Nossa associação é responsável pelo suporte financeiro de todo o empreendimento. O gerente administrativo trabalha com os membros do conselho interno.

Nossa tarefa é a de estabelecer mensalmente salários, custos operacionais, despesas com o desjejum coletivo e com o fundo de material pedagógico. Somam-se a isto as despesas relativas à construção e implementação de salas de aula.

A prefeitura de Várzea da Roça se responsabiliza pelos salários dos professores de classe. Uma parte das despesas é coberta por doações. Quando possível os pais de alunos contribuem com uma quantia mensal, que é estipulada, individualmente.

Um grande problema é a arrecadação de doações. Felizmente encontramos apoiadores imbuídos do propósito de construir a escola. Aproveitamos o ensejo, para apresentar-lhes, aqui, os nossos agradecimentos. Eles estão listados, como patrocinadores (Apoio), no rodapé de cada página.

Nossa expectativa é a de que os pais de alunos, bem como o governo, (?) se esforcem em prol do financiamento dos custos operacionais. Infelizmente, só muito poucos apoiadores compreendem o quão difícil é arcar com os custos de funcionamento de uma escola em nosso ambiente tão vulnerável. Felizmente nos auxiliam alguns poucos patrocinadores, dentre eles alguns de conhecimento pessoal, com doações mensais, contribuindo, atualmente, para a existência e preservação do nosso projeto.

Em 2004 criamos na Alemanha a associação, sem fins lucrativos, “Pró-Juventude – Bahia e.V.”, que foi dissolvida em 2010, por razões administrativas. A partir de então o órgão de fomento alemão “Die Freunde der Erziehungskunst Rudolf Steiners e.V.” assumiu, gentilmente, o gerenciamento das doações em favor de nosso empreendimento.

Os salários restantes de nossos trabalhadores dependem das doações e contribuições mensais de pais de alunos. Nossos funcionários são idealistas, assumindo, completamente, nossa missão e doando seu trabalho com grande alegria e devoção. Lamentamos muito não podermos remunerá-los adequadamente, especialmente por se tratarem de pessoas particularmente dependentes de apoio financeiro.

A longo prazo nossa meta é, também, a de promover o apoio financeiro auto-sustentávelda associação, ou seja, através dos lucros na venda de bens de produção própria.