Hoje, em 2015, trabalhamos com cinco professores de classe, dois educadores de jardim de infância – cada qual com um assistente – um professor de música, um professor de línguas (muitas vezes um FSJ-ler da Alemanha, ou seja um/uma jovem participante do programa do governo alemão denominado ano social voluntário), um gerente administrativo, um zelador, uma cozinheira com assistente, vários auxiliares de limpeza (principalmente pais de alunos), um professor de dança, um professor de violão e muitos voluntários: pais, amigos, visitantes, voluntários alemães (FSJ) e Doris, a nossa companheira leal da Alemanha.

Nós queremos mais: um tutor, para o apoio constante e conselhos aos nossos professores e um Euritmista, que trabalhe conosco, pelo menos, por algumas semanas por ano.